quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

"Quo vadis" Jorge Jesus?!...


SPORTING BRINCOU COM O FOGO

«O empate em Setúbal bastava para o Sporting seguir em frente na Taça CTT, mas nem isso os leões conseguiram. A derrota, com um penálti polémico, ditou o afastamento da prova. Depois da Champions e da Liga Europa, o Sporting salta fora de uma competição que fazia parte dos seus objetivos. Bruno de Carvalho disse que mantinha a exigência da conquista dos três títulos nacionais, mas este já lá vai. O novo ano começa de forma penosa para os sportinguistas, que a esta frustração juntam o desconforto de estarem a 8 pontos do líder e terem uma eliminatória da Taça de Portugal para discutir em Chaves.

O Sporting, tal como o Porto (e até o Benfica), pode queixar-se da arbitragem, mas também tem muito que se queixar de si próprio. Jesus deixou de fora titulares no jogo perante o adversário mais ‘temido’ do grupo e que podia discutir o apuramento. Consequência: ao intervalo teve de lançar Gelson e Dost depois de a equipa mostrar um futebol desgarrado e sem ligação. O holandês ainda deu um golo (a Elias) e meio (a André), mas este avançado brasileiro conseguiu fazer o que parecia impossível: falhar esse golo cantado e outro ainda que Campbell lhe ofereceu.

A arbitragem vai ficar no olho do furacão (o próprio presidente da APAF reconhece que há erros a mais) e a reação dos leões mal Edinho transformou (com classe) o penálti é prova da revolta de uma equipa que já não imaginava perder. Mas o leão brincou com o fogo e expôs-se a um imponderável. Não foi a primeira vez que aconteceu esta época e, no Bonfim, se o Sporting já sabia que o V. Setúbal tinha vantagem no critério que acabou por ditar o vencedor do grupo (a média de idades), a experiência dos jogadores que apresentou deveria ter significado alguma matreirice para evitar um ‘desastre’ ao cair do pano.»
(António Magalhães, Entrada em Campo, in Record)

O Sporting pode na realidade queixar-se pela enésima vez da inclassificável arbitragem de que voltou a ser vítima, que mais não será que o espelho fiel do pântano lodoso, putrefacto e nauseabundo, do estado deplorável a que chegaram as mais altas instâncias do futebol português, mas manda a verdade que se diga que também tem muito que se queixar de si próprio!...

E por muito respeito que a brilhante carreira e todos os insofismáveis atributos técnicos que se reconhecem a Jorge Jesus, possam merecer ao mundo do futebol, o facto indesmentível é que, salvaguardando as devidas distâncias e impondo a necessária relativização, o técnico leonino estará, muito provavelmente, a atravessar a pior fase da sua vida de treinador, desde que no arranque dos longínquos anos 90 iniciou a sua carreira no Amora FC. E logo teria que ser, precisamente, no seu Clube do coração, o Sporting!...

Nunca como hoje, durante toda a sua já longa carreira de quase 30 anos, se terá pressentido tamanho vazio de soluções técnicas e tácticas e tão impressionante e descoroçoante panóplia de opções controversas capazes, surpreendentemente, de evidenciar tamanho rótulo de erro ou atingir até a fronteira do ridículo.

Afastado ingloriamente da Champions, a ver o título de campeão por um canudo, escorraçado da Taça da Liga e na iminência de o poder vir a ser na Taça de Portugal...

"Quo vadis" Jorge Jesus?!...

Leoninamente,
Até à próxima

15 comentários:

  1. Eu apenas pergunto...:

    Mesmo com os erros do treinador...
    Mesmo com os falhanços do jogadores...

    Se o "árbitro não tivesse falhado"...o Sporting era ou não apurado ...dentro do que tinha acontecido até então ...?

    O resto é conversa...!

    Mas desde quando é que para vencer...uma equipa tem de jogar "sempre bem" os 90 minutos mais os descontos...?

    Até aperece que "jogando mal"...nunca ninguém venceu jogos, nunca ninguém foi campeão...!

    É que com esta conversa de que "o Sporting se pôs a jeito"...nada mais se faz do que "branquear" as acções dos árbitros, que por incompetencia ou má fé, "vão fazendo" com que uns "somem títulos" e outros "acrescente raivas incontidas"...por se verem sucessivamente prejudicados...

    Espero e desejo, que um dia, os sucessivos "erros" (ou não)...não acabem por ter "consequências indesejáveis ...

    E não...não acho que tudo esteja bem com o Sporting...mas isso é outra conversa...!!

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foram comidos pelos Couceiro! Tivessem metido 2 ou 3 miúdos no banco e tinham passado!

      Eliminar
    2. Exatamente o que eu penso. Só o Sporting é que tem de fazer jogos perfeitos para ganhar. Essa pressão nos do outro lado, não existe. Até costumo ironicamente dizer que eles por mais que tentassem perder, os apitos não deixariam.

      Eliminar
  2. Mas agora o Sporting tem de jogar bem para ser roubado?!? Isso é o que?!? Jogamos mal é um facto, não estamos a jogar um caracol, mas isso não inviabiliza que fomos roubados! Estamos a 8 pontos porque fomos roubados na luz, se tivéssemos ganho tenho a certeza que não perderíamos com o braga e ontem foi um escândalo! Mais nada! Que culpa tem o JJ disso?!? Jogando bem, perde por causa de uma árbitro que não vê dois penalties, jogando mal perde com um árbitro que vê demais, e a culpa é do JJ?!? Pelo amor de Deus!!!

    ResponderEliminar
  3. Amigo Álamo, comecei por ler o artigo de AM, mas ao chegar a "penálti polémico" parei e perguntei a mim própria: Não seria mais honesto dizer "penálti inexistente"? Sim, a equipa fez um jogo fraco, mas desenganem-se aqueles Sportinguistas que pensam que a culpa é do pouco rendimento de alguns jogadores, (em parte é, mas não explica tudo) mas se a equipa, já entra em campo sabendo que vai saír derrotada pela "poderosíssima equipa que tudo pode", o que vamos nós esperar deles? Se quer que lhe diga, não vi o jogo acompanhei o relato na Sporting TV, qd marcamos o golo do empate, em vez de me sentir feliz, senti como se algo de maligno andasse no ar, a empurrar-nos para o fundo, afinal o que eu senti tinha razão de ser, imagine então todos os "negrumes" que irão no interior dos jogadores e treinador...

    PS: Hoje vejo JJ, não como um mau treinador como andam por aí a dizer, mas como um homem amargurado destruído, que foi espezinhado, e massacrado até ao limite da resistência humana, e tudo pq decidiu mudar de clube, mas a ideia é mesmo essa, destruir o Sporting o seu treinador e o seu presidente, só por ter ousado sair do lugar onde se encontrava hà 4 anos, sinto-me desiludida (não pelo Sporting que esse sei que nunca me vai desiludir e hoje mais do que nunca estarei a seu lado pq sei o momento difícil que está a viver por culpa deste pântano que é o futebol) mas sim por toda esta corrupção que não pára de crescer e já me está a deixar doente de tanto nojo que sinto...

    SL

    ResponderEliminar
  4. Caro Álamo, sou sócio do Sporting há mais de 50 anos e tenho uma simpatia especial pelo clube aqui da terra; não sei se é essa simpatia que me possa a estar a toldar a visão e julgamento leonino, mas para mim, não só a grande penalidade foi bem assinalada, pois Douglas dá uma pancada por de trás na perna direita do jogador do Setúbal quando ao mesmo tempo o empurra pelas costas... já para não falar da grande penalidade que nos foi perdoada, por falta de Coates (aqui sim foi ele o culpado) aos sessenta e tal minutos de jogo. Logo a arbitragem não pode se responsabilizada por mais uma exibição paupérrima da equipa eu é comandada por um dos treinadores mais bem pagos do mundo e o mais bem pago de toda a história do Sporting.
    Só mais uma nota; André é tudo o que a torcida do anterior clube dizia dele... mas o mestre da tática é que a sabe toda.

    Cumprimentos Leoninos e parabéns pelo seu excelente trabalho em prol do nosso Sporting Clube de Portugal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O golo anulado ao Sporting por fora de jogo inexistente só passou na televisão, ou no estádio do clube da terra não se viu?
      Basco "O Leão"

      Eliminar
  5. Dois planos bem distintos: os nossos erros e os erros dos bois de preto. Somos obrigados a aguentar os nossos, mas não os dos outros. Os nossos erros são uma discussão nossa, mas os outros, da forma como ocorreram, são uma discussão para a verdade das competições. PS: Alguns comentadeiros conseguem ver penálti no lance em causa. Eu acho que a equipa de arbitragem nunca poderia marcar penálti, porque, no mínimo, teria dúvidas, e em caso de dúvidas, beneficia-se o réu.

    ResponderEliminar
  6. Amigo Álamo, só agora li o artigo todo de AM e pergunto mas pq carga de água o Sporting era obrigado a utilizar qq tipo de "matreirice"? Mas afinal qual é o papel da equipa de arbitragem? Ir contra a corrente do jogo, decidindo como um déspota quem passa à fase seguinte? Tem poder para isso? E o CA ainda exige mais respeito aos árbitros? E então onde fica o respeito pelo Sporting? Por mim podem dizer o que quiserem que o Sporting devia ter jogado mais, isto ou aquilo, jamais conseguirão branquear tudo o que de mau andam a fazer ao Sporting refugiando-se nas nossas fracas exibições, e jamais deixarei que essa cambada de corruptos me toldem a razão....SPORTING SEMPRE....

    SL

    ResponderEliminar
  7. A velha máxima do pôs-se a jeito.
    Jornalismo de merda.

    ResponderEliminar
  8. O lampião anónimo das 12:50 que se faz passar por sportinguista refere o mesmo que no pasquim oficioso do slb, o ex-árbitro lampião DG refere. Não enganas ninguém, és tão Sportinguista como eu sou do Casaquistão. AA SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Eles" não "andem por aí", "eles" estão em todo o lado! Não fossem
      "eles" os DDT...
      SL

      Eliminar
  9. antónio magalhães tem razão... mas só fala de um lado.
    Aquilo que sei é que os Sportinguistas se queixam há 30 anos que são roubados! Quando não são vermelhos, são azuis, quando não são azuis são vermelhos a ganhar...

    É ver os programas da Sporting TV sobre os senadores Manuel Fernandes e Sá Pinto para ouvir o que eles têm a dizer da arbitragem enquanto foram jogadores.

    Andamos há 30 anos a pôr-nos a jeito... estou tão farto desta conversa!

    SL
    Basco "O Leão"

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE