sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Ah se os jornalistas, velhos e novos, soubessem o poder que têm nas mãos!...


O ESTADO A QUE VOLTÁMOS

«Tão certas quanto as tempestades tropicais e furacões no golfo do México, entre Junho e Agosto, são as crises no futebol português provocadas por erros grosseiros de arbitragem, entre Agosto e Maio. Os anos passam e as tempestades, cá e lá, não abrandam. São fenómenos da natureza, embora no segundo caso se trate da natureza humana, a mais perigosa por ser consciente, logo, capaz de escolher aqueles que pretende destruir.

Durante muito tempo, principalmente na última década, quis acreditar que os erros dos árbitros não escolhiam alvos, simplesmente aconteciam. Cheguei a essa conclusão depois de ter sentido muita vergonha do futebol em Portugal, nos anos de 1990, quando existiam ‘leis’ bem mais brandas para o ‘azul’, imensamente mais penalizadoras para o ‘vermelho’ e ‘verde’. Neste século, as coisas melhoraram de tal forma que me tornei, neste espaço, um defensor dos árbitros. Mas em consciência, e até que me provem de novo o contrário, tenho a dizer a muitos dos árbitros que hoje estão no futebol profissional: não acredito em vocês, nem continuarei a dar-vos o benefício da dúvida. Este é o estado a que chegámos, ou a que voltámos: aquele em que o terceiro elemento tem um peso insuportável na decisão dos jogos.

O que se passou em Moreira de Cónegos é inqualificável. Não há um argumento capaz de justificar o que o árbitro Luís Godinho fez. Rebocho (Moreirense) agarra e puxa, com as duas mãos, o braço de André André (Porto) na área e não é grande penalidade? Como? O árbitro abalroa Danilo, mal sente o contacto leva a mão ao bolso para tirar o cartão, e depois relata que o mostrou por ‘bocas’? Mas acha Luís Godinho que andamos todos a comer gelados com a testa? 

O que se passou em Setúbal? Edinho (V. Setúbal) diz que sentiu "um contacto nas costas", José Couceiro afirma que o avançado sofreu "um toque no gémeo" (músculo na perna) e Coates (Sporting) garante que o árbitro lhe disse ter sido ele a fazer a falta. Ora, Coates estava à frente do sadino. Atrás encontrava-se Douglas. Mas depois de ter visto o árbitro Rui Oliveira confundir a cabeça de Edinho com a de Bas Dost, na área setubalense, nem imagino o que ele quis ver no lance capital…»
(José Ribeiro, Opinião, in Record)


Nem acredito naquilo a que estou a assistir! Finalmente vejo a indignação a alastrar em gente de bem, que também tem o direito a ter os seus afectos e vê-los serem respeitados!...

"Se o velho pudesse e o jovem soubesse, não haveria nada que não se fizesse"!

Ah se os jornalistas, velhos e novos, soubessem o poder que têm nas mãos!...

Leoninamente,
Até á próxima

10 comentários:

  1. "SE soubessem.." que comentário tão anjinho.
    desde o tempo do Alfredo Farinha que se vê o que eles sabem.

    saudinha

    ResponderEliminar
  2. Liderança, segundo uma definição na Wikipedia, consiste, entre outros aspectos, na "condução de um grupo de pessoas, que gera resultados".

    Diria então que, para o bem e para o mal, o Benfica tem uma liderança forte, o Porto está em crise de liderança, e a liderança do Sporting é forte em alguns aspectos e revela-se completamente ineficaz em diversos outros.

    Dadas as ineficácias da liderança do Sporting e as habilidades e fraquezas da Arbitragem em Portugal, nāo admira que o Sporting há muito năo vença campeonatos de futebol e dificilmente ganhe algumas (poucas) taças.

    Talvez a "liderança" de BdC convença muito boa gente (entre sócios e meros simpatizantes) que não haveria melhor presidente. Ou seja, que qualquer outro seria do "Croquete", Benfica ... ou pior. Não comungo essa crença, e faço votos para que do universo leonino cedo emerja um verdadeiro "condutor de grupos de pessoas que geram resultados".

    Porque "se o velho pudesse e o jovem soubesse, não haveria nada que não se fizesse"!

    SL

    ResponderEliminar
  3. O FCPorto no Estrangeiro

    Declarações de Sir Alec Ferguson

    Alex Ferguson é um sir (senhor),
    mas não tem «papas na língua».
    No site da BBC, o técnico do Manchester United
    teceu uns comentários «provocatórios» ao FC Porto,
    na Liga dos Campeões.
    «Tivemos o sorteio mais difícil,
    mas penso que eles compram o campeonato
    no Tesco (supermercado).
    Eles ganham todos os anos.
    Sempre que compram um pacote de leite
    somam mais três pontos»,
    ironizou o técnico do Manchester.

    Declarações de Graham Souness,
    treinador inglês de futebol.
    “Ter sucesso em Portugal, onde eu trabalhei,
    com o FC Porto não é grande coisa.
    Pela forma como as coisas estão “estruturadas”,
    do presidente para baixo,
    eles têm o sucesso garantido
    quase todos os anos”,
    disse o técnico escocês,
    em declarações ao site Talksports.

    Declarações de Santiago Segurola,
    director-adjunto do jornal A Marca.


    Há clubes que fazem tudo para vencer,
    para se autoproclamarem vencedores,
    e que transgridem as regras de forma obscena.
    Uma das coisas mais surpreendentes de tudo isto
    é a repetição nos nomes das equipas.
    São quase sempre as mesmas:
    juventus, FC Porto...».

    "Es terrible lo que está pasando en el fútbol, un poco ante la mirada condesciente del periodismo. En los últimos años se han comprobado casos de dopaje masivos en Italia, caso Juventus, y de compraventa de partidos tanto en Italia como en Portugal, con equipos como la Juve y el Oporto en medio del embrollo. Las autoridades del fútbol, el periodismo y los propios profesionales del fútbol (entrenadores, directivos, árbitros y jugadores) deberían estar más vigilantes ante algo que no es ficticio es real. Hay gente que pone tanto empeño en ganar, en proclamarse ganadores, que traspasan las reglas de una manera obscena. Una de las cosas que más sorprenden de todo esto es la reiteración en los nombres de los equipos. Son casi siempre los mismos: Juventus, Oporto... " - Santiago Segurola

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já os casos de doping no benfica foram abafados pela máquina que actualmente se movimenta. O benfica compra no supermercado, mas não vai lá, pois entregam em casa. É mais cómodo e não se mostra a cara na caixa, ao pagar.

      Eliminar
    2. E já me esquecia das tentativas várias para colocar o labéu do doping no Sporting.

      Eliminar
    3. Ó conana,
      Vai à net e ao You tube e vês lá o Casagrande e o F. Mendes a falarem daquilo que tu falas!

      Eliminar
  4. Eles sabem e usam (mal na maior parte das vezes...)esse poder, só que às vezes...indo ao "fundo" de si mesmos...
    "Sentem alguma vergonha e foge-lhes a mente para a verdade..."

    Este até de vez em quando "desalinha" no painel da TVI24...dizendo "apenas" a verdade...e é claro "pegando-se" ligeiramente com os "lacaios" do sistema ...!

    SL

    ResponderEliminar
  5. E os jornalistas nunca souberam que o Porto usava essas práticas!... Quando o Sporting se queixava chamavam-nos calimeros. Quantos presidentes, treinadores e jogadores foram queimados devido ao Sporting não vencer campeonatos devido à essas práticas criminosas?! E depois quando a gente vê Futre a a dizer que o Edinho sofreu falta! Sofreu tanto falta como as que ele simulava quando jogava nos corruptos. Qualquer pessoa sabe que no futebol ganha competições quem tem os árbitros a seu favor. Já Cândido de Oliveira o dizia. Porque é que será que Paulo Pereira Cristovão tentou fazer um fiscal-de-linha cair numa armadilha! Seja com qual for o presidente, com mais ou menos liderança, jogando melhor ou pior, o Sporting sem ter a arbitragem do seu lado, nada vai ganhar. Infelizmente é assim. E o Porco atual confirma-o de forma inequívoca... Agora nunca vi os jornalistas e adeptos adversarios terem tanta pena do Sporting quando este era
    e é a maior vítima do sistema como está a ter agora com um clube que não tem a mínima moral para se queixar das arbitragens, sobretudo, quando continua ter como presidente, quem tanto subverteu o sistema futebolístico! Termino dizendo, que agora, os jornalistas também não sabem que o Carnide usa de artimanhas ilegais para controlar o sistema. Santa hipocrisia.

    ResponderEliminar
  6. Este senhor esqueceu-se de referir a cor da moda...

    ResponderEliminar
  7. Tb não quero acreditar... até porque o discurso encerra algumas incoerências... mas enfim aplaudo e vamos passar à frente e ACREDITAR, por momentos, que este discurso se manterá qdo formos, e não demorará muito, apenas nós os 'encavados' (é que vergonhas como as de Moreira de Cónegos...! Quantas queres...??? temos prá troca... então nos, últimos 10 ANOS... upa upa...!)

    Por momentos vou acreditar que isto muda assim, do dia pra noite......

    ......pronto já passou....!!!!

    SAUDAÇÕES LEONINAS

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE