terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Abuso de confiança!...



Não sei se me apetece rir ou chorar! Mas sei duas coisas: a primeira é que o "salvador pequeno que quer ser grande, merece inteiramente este 'roubo de igreja'"; a segunda coisa que sei é que não faltará muito tempo para que seja entregue a Rui Costa a estola cardinalícia de fundo vermelho debruado a dourado e com três estrelas de ouro incrustradas!...

É que pé ante pé, o "braguinha" estava a aproximar-se demasiado e isso, ó Salvador, no futebol português...

É considerado abuso de confiança!...

Leoninamente,
Até à próxima

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Até a Senhora PGR deve ter corado!...



O Mestre de Cerimónias ofereceu-nos hoje no seu blog, o "interessante" privilégio de podermos "observar o tipo de emails que um delegado da Liga em funções, entendeu enviar a um elemento da estrutura benfiquista. E nem vale a pena referir a utilização que pessoas mal intencionadas poderão fazer de informações desta natureza..." (LINK)


Claro que vos recomendo "corda nos vossos sapatos" e que de modo algum deixem de visitar a "fonte" como ela merece. Isto é serviço público, grande Mestre de Cerimónias!...

Até a Senhora PGR deve ter corado!...

Leoninamente,
Até à próxima

Importante para JJ e para quem gosta de futebol!...


PERGUNTAS A JESUS

«Argumentar sobre futebol com alguns prosélitos é quase tão compensador como jogar xadrez com um qualquer galináceo: é seguríssimo que ele vai acabar por desmoronar as peças, adubar o tabuleiro e acabar a partida de crista levantada e a cantar xeque-mate enquanto, apalermado, mói com os esporões pontiagudos o seu próprio rei. De facto, essa sensação desconfortável também se repete quando se procura discorrer sobre futebol de forma apaixonada (mas sem nunca perder a racionalidade e a equidade) e se acaba injuriado por microcéfalos que só se preocupam em intoxicar e corromper. São protagonistas menores que existem porque conseguiram convencer quem verdadeiramente manda de que essa postura tenebrosa e servil contribui para o domínio territorial dos clubes que supostamente servem, seja de forma assumida ou mais ou menos dissimulada e cobarde. É fruta de uma época em que meia dúzia de invertebrados conseguem passar a (falsa) ideia de que os resultados e as tabelas classificativas reflectem menos o que se passa nos relvados e mais o submundo e as suas próprias diatribes, televisivas ou via redes sociais. Esta gente já fez, ninguém tenha dúvidas, uma série de estropícios que o futebol terá dificuldades em reparar. Mas, desta vez, o que nos traz aqui é a forte possibilidade de a sua actividade miserável estar também a contribuir para um quiproquó que faz com que as suas mixórdias venham cada vez mais a ser confundidas e/ou misturadas com quem procura fazer críticas honestas ou análises independentes. E não é de excluir a possibilidade de o próprio Jorge Jesus ter caído na esparrela e embaralhado duas coisas que têm densidades diferentes e deviam funcionar sempre como a água e o azeite, no sentido de não serem misturáveis. É que parece mesmo tê-lo feito quando, ao seu jeito, falou nos "atrasados mensais" que o criticaram por não ter apresentado o ‘onze’ mais forte do Sporting em Barcelona. A verdade é que os analistas (ou, pelo menos, a maioria deles) que levantaram a questão não podem ser confundidos com quem vive atascado num lamaçal promíscuo. E estou completamente à vontade para o dizer até porque nem fiz parte do lote que criticou a opção do técnico leonino. Em vez da tentativa de resposta corrosiva, teria bastado a Jesus explicar melhor o que também ficou implícito na sua réplica: o staff médico dirigido por Frederico Varandas é muito competente, faz uma gestão meticulosa do estado físico dos jogadores e Coentrão, Gelson e Bas Dost não foram titulares por haver um risco lesional que poderia impedir a sua utilização quatro dias depois no importante jogo no Bessa. Poderia acrescentar que as possibilidades de o Sporting se apurar para a Champions eram tão reduzidas que não valia a pena correr riscos, mas isso talvez já fosse um excesso de sinceridade.

Já o disse e reafirmo: o que Jesus está a fazer no Sporting é talvez a melhor obra da sua carreira, mesmo que ainda lhe faltem os títulos que somou na Luz. Mudar e mudar para melhor são duas coisas diferentes, mas a verdade é que Jesus está a provar que nunca é tarde para caminhar no sentido mais conveniente. E a certeza de que aprimorou as suas ideias vê-se até na forma hábil como gere hoje o posicionamento de Bruno Fernandes (ora mais atrás, ora mais à frente, conforme o jogo e o adversário exigem) ou como pede a Gelson e a Acuña que surjam muitas vezes por dentro para permitirem a projecção dos laterais ou, no caso principalmente de Gelson, a troca posicional com um Podence que também serve de acelerador do jogo. E se Bas Dost já era mestre na arte de fazer golos, ninguém tem dúvidas de que passou a ler melhor o jogo (e até a marcar penáltis) desde que se entregou a Jesus. O Sporting, mantendo a qualidade da organização defensiva e o futebol turbinado que lhe rende juros na liga portuguesa, não se limita a ser uma equipa modelada para consumo interno (como foi quase sempre o seu anterior projecto, independentemente da presença em duas finais da Liga Europa): é mais versátil, equilibrada e competente do que alguma vez foi o Benfica (incluindo, claro, o actual). E provou-o na última fase de grupos da Champions. E é também por achar e defender isso que me sinto ainda mais à vontade para deixar aqui uma pergunta ao técnico do Sporting: a que se deveu esta súbita atracção por uma organização defensiva assente em múltiplas referências individuais, como ficou patente na primeira parte em Barcelona (que nem apresentou Messi de início)? É que custa perceber tamanha ‘heresia’ em quem sempre defendeu uma linha defensiva com referências zonais e posicionamentos em função da bola e dos colegas de equipa. Jesus consegue explicar-nos as vantagens ou foi apenas contagiado pelo vírus conservador que parece ter afectado, nos últimos tempos, outros treinadores que sempre foram vistos como progressistas (Van Gaal, Mourinho…)? Mais do que questionar a equipa titular ou o esquema com três centrais usados na Catalunha (outros o fizeram já, segundo consta, mesmo a nível interno), gostaríamos de entender esta mudança radical de modelo. A resposta, como é óbvio, não deve ser remetida aos retardados, sejam eles mensais, semanais ou até diários…»
(Bruno Prata, Ludopédio, in Record)

Interessantíssima crónica de Bruno Prata! Pouco se me dando eventuais "galhardetes" nela contidos, por não me identificar, de perto ou de longe, com a sua génese, apreciei sobremaneira a tese que defende e com a qual me identifico completamente, de que "o que Jesus está a fazer no Sporting é talvez a melhor obra da sua carreira...", se atentarmos e nos reportarmos exclusivamente ao comportamento do Sporting na presente época!...

Naturalmente curioso, embora pessoalmente tenha olhado para o "ensaio de Camp Nou" com "óculos" de ver ao longe, cá ficarei também à espera que JJ responda à questão central deixada por Prata, porque discutir a essência do jogo é que deverá ser...

Importante para JJ e para quem gosta de futebol!...

Leoninamente,
Até à próxima

Serão os onze habituais e regulamentares, mai'las suas sombras!...


Eles, os vilaverdenses, mandaram dizer  pelo seu guarda-redes Pedro Freitas, estarem absolutamente convictos de que terão 50% de hipóteses de eliminar o Sporting, na próxima quarta-feira em Alvalade pelas 19:00 horas!...

De facto tudo aponta para que Jorge Jesus tenha de operar um verdadeiro milagre, no sentido de inventar a fórmula táctica capaz de provocar a eliminação desta rapaziada: é que, a julgar pela imagem, eles jogam sempre com 22...

Serão os onze habituais e regulamentares, mai'las suas sombras!...

Leoninamente,
Até à próxima

Fica tudo mais claro que a água!...


Ao contrário das melhores expectativas que acompanharam todas as etapas da sua formação, Iuri Medeiros, a julgar pelo que tem vindo a ser noticiado esta segunda-feira, estará na iminência de abandonar Alvalade já na próxima abertura da janela de transferências em Janeiro. Adiantam diversas fontes que estará a ser negociado com a equipa italiana do Génova, o empréstimo do jovem extremo de 23 anos por um período de época e meia, com uma opção de compra  a poder ser exercida no final da cedência.

Depois de na época passada ter realizado uma excelente campanha no Boavista, de regresso ao Sporting, Iuri Medeiros parece ter defraudado as expectativas de Jorge Jesus e tem vindo a perder espaço nas escolhas do técnico leonino. Este facto somado a um natural desejo dos responsáveis leoninos  de reduzirem substancialmente a folha de encargos salariais que, segundo o relatório do último trimestre agora enviado à CMVM,  parece ter disparado para valores muito significativos, estará na origem da decisão que parece em vias de ser concretizada.

À negociação com os italianos não será estranho também o facto que as declarações recentes do director de comunicação Nuno Saraiva deixavam antever, de o Sporting estar a ponderar seriamente abandonar a política de empréstimos aos clubes constituintes do G15. Pena que o "coelho alvo destas três cajadadas" seja o talento açoreano, a quem uma significativa franja de adeptos sportinguistas vaticinava um futuro de glória em Alvalade. Nada porém que aqui não tenhamos antecipado, que já não tenha acontecido antes com outras "talentosas promessas" e com grande probabilidade voltará a acontecer no futuro, e a que não serão estranhos certos toques de vedetismo e inadmissível comodismo de que parecem padecer muitas das nossas jovens promessas da Academia. E quando em Alvalade se admite colocar num qualquer empréstimo, uma cláusula de opção de compra...

Fica tudo mais claro que a água!...

Leoninamente,
Até à próxima

Apesar de tudo os oitavos da Liga Europa estão ao alcance do Sporting!...



E lá terá o Sporting Clube de Portugal de ir até ao fim do mundo, naquela que será a mais longa deslocação que o sorteio poderia ter designado. Já na vertente desportiva afigura-se uma eliminatório simpática, perfeitamente ao alcance da capacidade e aspirações leoninas, apenas turvadas pela "fatalidade" de os leões serem obrigados a voltar a ser confrontados com as dificuldades que o piso sintético do Astana Arena naturalmente colocará.

O Sporting deverá deslocar-se ao Cazaquistão - numa longa viagem de cerca de 7.000 quilómetros! - a 15 de Fevereiro, recebendo o Astana em Alvalade, uma semana depois.

Apesar de tudo os oitavos da Liga Europa estão ao alcance do Sporting!...

Leoninamente,
Até à próxima

domingo, 10 de dezembro de 2017

Está instalada a corrupção e ninguém tem vergonha!...



E o "colinho" continua!...

Está instalada a corrupção e ninguém tem vergonha!...

Leoninamente,
Até à próxima

sábado, 9 de dezembro de 2017

Se querem milagres vão rezar à Cova da Iria!...


Expulsar Sálvio antes de cumpridos os 4 minutos de jogo, apenas porque "afagou delicadamente" uma mão que estava no lugar errado e em hora ainda mais errada?!...

Ou só se eu não me chamasse João Pinheiro e no VAR não estivesse alguém que frequentou o mesmo seminário e foi ordenado  pelo mesmo patrono!...

Se querem milagres vão rezar à Cova da Iria!...

Leoninamente,
Até à próxima

Estamos na frente, exactamente onde outros gostariam de estar!...


Confirmada por inteiro a firme intenção do Sporting de, como prognosticara Jorge Jesus no lançamento do jogo, a transbordar saúde, ir à luta no Bessa e arrecadar os três pontos que o catapultam para já, ainda que à condição, para a liderança isolada da Liga.

Numa partida intensa, tremenda de aplicação física por parte de ambas as equipas, disputada até ao último apito do árbitro e com o Boavista a vender a derrota por um preço muito alto, o Sporting, simplesmente e por todos reconhecida, como a melhor equipa do campeonato português a jogar fora de casa, soube e foi capaz de potenciar a sua supremacia, dando a ideia de que marcou sempre que entendeu chegado o momento de o ter necessariamente de fazer, usando de um pragmatismo no restante tempo de jogo que começa a ser uma das suas mais relevantes imagens de marca.

Estamos na frente, exactamente onde outros gostariam de estar!...

Leoninamente,
Até à próxima

Ora venha de lá então essa firme intenção de ir à luta!...


E face à convocatória de Jorge Jesus, que fez questão de sublinhar que "o Sporting respira saúde e vai à luta", aqui do meu canto eu arriscaria:

Rui Patrício; Piccini, Coates, Mathieu e Coentrão; William, Battaglia, Gelson Martins e Acuña; Bruno Fernandes e Bas Dost.

Ora venha de lá então essa firme intenção de ir à luta!...

Leoninamente,
Até à próxima

Adivinhem quem mandou o cavalo relinchar!!!...



Adivinhem quem mandou o cavalo relinchar!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

O rótulo de "padre lampião"!...



Se bem me lembro, iriam decorridos 42 minutos do jogo Moreirense-Sporting, realizado em 23 de Setembro passado em Moreira de Cónegos, quando este árbitro internacional de aviário, assinalou uma pretensa falta, claramente inexistente, a Bas Dost, em lance que o jogador leonino disputou com o guarda redes, imediatamente seguido do remate de cabeça de Alan Ruiz, que atirou para o golo que deveria ter dado a vantagem ao Sporting.

Habilmente, Luís Godinho lembrou-se de apitar antes do cabeceamento de Alan Ruiz, invalidando desse modo a entrada em cena do VAR, uma vez que a intervenção deste só seria permitida regulamentarmente se tivesse acontecido "a posteriori", em caso de golos anulados ou penálti. Um caso em tudo idêntico ao que Rui Costa protagonizou no último clássico Porto-Benfica, com a invalidação do golo limpo de Aboubakar, por pretenso fora de jogo que nunca poderia existir, na medida em que um jogador do Benfica junto da marca de pontapé de canto estava a colocar o jogador portista em jogo.

Tudo a postos portanto para mais uma actuação brilhante de um "artista", cuja passagem a internacional lhe colocou inexoravelmente e para sempre...

O rótulo de "padre lampião"!...

Leoninamente,
Até à próxima

P.S. - O conhecidíssimo Vasco Santos, estará no VAR a "ajudar à missa"!...

Na atitude e no compromisso estarão as diferenças para o Benfica!...


«Após 22 anos de ausência do Sporting da Taça, esta equipa está de parabéns. Foi uma lotaria e o Benfica foi mais feliz nos momentos decisivos. Foi um hino ao voleibol e precisamos destes espectáculos.Se calhar poderíamos ter ganho por 3-0 este jogo. Acabámos por pecar devido a erros inocentes da nossa parte. Estamos a aprender e lidar com estas situações todas. Tenho de lembrar que utilizámos um jovem de apenas 20 anos que é português, o Lourenço Martins. [...]

Não temos as soluções no banco que o Benfica tem. Fizemos um bom jogo e estamos conscientes de que o resultado poderia ter caído para o Sporting. Foi uma final antecipada...»
(Hugo Silva, treinador do Sporting, no final do dérbi)

Uma profunda desilusão esta eliminação do Sporting da Taça de Portugal de Voleibol! Não pelo facto em si já que foi apenas um dos dois resultados possíveis, mas por tudo aquilo que o decorrer do jogo nos mostrou e, de modo muito especial e marcante, pelas contraditórias declarações de Hugo Silva.

1 - "Podíamos ter ganho por 3-0", mas "estamos a aprender e a lidar com estas situações todas..."

2 -  "Não temos as soluções no banco que o Benfica tem", mas "fizemos um bom jogo e estamos conscientes de que o resultado poderia ter caído para o Sporting..."

A imagem da solidão de Robinho no bloco e o disparatado contraste entre os primeiro e último e os segundo e terceiro sets, talvez nos tragam uma resposta mais consentânea com a realidade actual do voleibol do Sporting: as soluções no plantel e, já agora do banco, parecem suficientes...

Na atitude e no compromisso estarão as diferenças para o Benfica!...

Leoninamente,
Até à próxima

O "Derrotas" aparecer disfarçado de "Zorro"!...


AS DECISÕES DE RUI VITÓRIA


«O treinador do Benfica viveu as duas primeiras épocas na Luz em estado de graça. Tirando os primeiros três meses, o resto não podia ter sido melhor: campeonatos, taças, supertaças, boas campanhas europeias, jogadores vendidos por muitos milhões de euros, recordes para todos os gostos e a admiração dos adeptos. Ninguém fez melhor. A qualidade de jogo nunca foi espectacular, mas chegou a ser muito boa. E sempre se relacionou o sucesso do Benfica de Rui Vitória com uma certa ideia de "família perfeita" que trabalhava no Seixal, de segunda a sexta, com boa cara e obsessivamente focada nas conquistas. A receita parecia infalível.

A campanha desastrosa nesta Champions confirmou que as coisas estão diferentes, embora a quebra do nível de jogo já tivesse feito soar o alarme há algum tempo. O que mudou, então? Talvez o treinador esteja diferente na hora de tomar decisões. O forma como geriu o ‘caso Varela’ já tinha revelado um novo estilo de liderança, mas a ida do suíço Seferovic para o banco precisamente no jogo em Basileia também pode ser questionada, assim como a passagem directa de Diogo Gonçalves da titularidade para a bancada. Mais dois exemplos: Gabriel utilizado na Champions depois da noitada até às 6 da manhã e Pizzi titular após o infeliz episódio do Dragão. Rui Vitória a facilitar onde nunca tinha falhado.»
(Nuno Farinha, Saída de Campo, in Record)

"A receita parecia infalível"! Mas o futebol jamais alcançará o estatuto da política, sobre a qual qualquer safardana discorre como sendo algo em que aquilo que parece, é!...

Já esta crónica de Nuno Farinha, aparentemente um murro na mesa de quem se sentirá mais traído que "marido enfeitado", estará mais perto da política do que do futebol, embora um número muito próximo de 14 milhões o recuse liminarmente, porque nem uma "vírgula enfarelada" se debruça sobre a "gloriosa saga" das seis derrotas, zero pontos, 14 golos sofridos e apenas um marcado! Porque será?!...

É que já não dá mais para o Nuno "lampião" Farelo disfarçar! E tanto assim é que esta sua crónica acaba por ser o reflexo da "ultima cartilha" que para a sua janela eventualmente terá sido endereçada, porém... lida como se estivesse escrita em japonês: de baixo para cima e da direita para a esquerda!...

Ninguém ficará surpreendido se um destes dias, por estranha conjugação astral muito ao jeito do "kadafi dos pneus"...

O "Derrotas" aparecer disfarçado de "Zorro"!...

Leoninamente,
Até à próxima

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Um dia destes vier a ser presidente do Benfica!...



O cão - no Brasil mais conhecido por cachorro! - com o nome científico Canis lupus familiaris, é o animal de estimação mais popular em todo o mundo e considerado como o melhor e mais fiel amigo do homem. Parente do lobo, o cão começou a ser domesticado há mais de 30 ou 40 mil anos e está cientificamente provado que será o animal com maior capacidade de empatia para com o homem, ou seja, capaz de entender uma boa parte dos seus sentimentos e emoções melhor que qualquer outro animal.

O cão é um animal extremamente social, dotado de grande capacidade de olfacto e audição, o que lhe permite desempenhar tarefas que vão muito para além do simples animal de companhia: o cão pode ser treinado para busca e salvamento, guia de invisuais e pessoas com outros problemas de saúde, agentes policiais e judiciais, entre muitas outras pessoas especialmente deficientes, chegando até a desempenhar as mais variadas tarefas humanas, como substituir o seu dono na compra do jornais e outras tarefas que requerem extrema inteligência.

Há longos anos que o Benfica, inteligentemente, se rodeou de uma significativa matilha de cães, exactamente para desempenhar importantes e variadas tarefas do quotidiano que, levadas a cabo por este animal, ninguém se atreverá a julgá-lo com a severidade que usaria em relação a qualquer dos seus dirigentes.

Nessa extensa matilha e particularmente em áreas mais sensíveis, o Benfica rodeou-se de cães especialmente dotados e treinados, que todo o mundo já se habituou a conhecer pelo nome, destacando-se entre todos, um "canito" que dá pelo nome de Zé Eduardo, cuja especial vocação e incumbências será substituir o seu presidente em cerimónias onde é preciso dizer determinadas "verdades" que ficariam mal na boca "orelhuda" da mais alta individualidade do "grande estado lampiânico".

Terá sido o caso ocorrido ontem na celebração do 15º aniversário da Casa do Benfica na Bairrada, aqui reportada pelo jornalista Bruno Gonçalves, onde perante "mais de duas centenas de benfiquistas" - o Benfica estará a entrar em profunda letargia na minha querida Bairrada, o que lamento, mas não saberei bem se hei-de chorar, ou rir! - parece ter aparecido o citado cão Zé Eduardo, para "ladrar a encomenda ordenada pelo presidente orelhas"! É para isso que servem os cães, para ladrar! E o canito ladrou assim:

«Não me interessa em nenhuma circunstância o que os outros dizem de nós. Importa-me apenas o que nós fazemos e o que nós pensamos. É-me indiferente ouvir os outros a ladrar. A caravana passa e o nosso trabalho continua. Vivemos uma época em que todos se movem apenas por interesses e, sabe-se lá, utilizando que meios...»

Mas que grande cãozarrão o Zé Eduardo me saiu! A ladrar assim, que ninguém se admire se...

Um dia destes vier a ser presidente do Benfica!...

Leoninamente,
Até à próxima

Nem um canino caiu ao pobre do homem!...


Quando Pinto da Costa diz uma verdade, costuma cair-lhe um dente! Desta vez, porém...

Nem um canino caiu ao pobre do homem!...

Leoninamente,
Até à próxima

Vamos p'rá sexta Cristiano!...



Claro que no original o cartoonista Henry, obviamente, lhe tinha de pintar as meias no tom escarlate do regime! Coitados, até no Verão se constipam!...

Nada que eu não tenha resolvido e em poucos segundos apagado a cor da usurpação  e depois, naturalmente, calçado as meias das suas gloriosas e leoninas origens...

Agora ficamos todos à espera que Cristiano em 2018 mude de mão!...

Vamos p'rá sexta Cristiano!...

Leoninamente,
Até à próxima

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Se bem que por cá muita gente merecesse o seu gesto!...


ARGENTINOS COLOCAM AVANÇADO DO NEWELL'S NA ROTA DE ALVALADE

Mauricio Tévez é representado por Mauricio Hanuch


Fontes argentinas terão adiantado na passada terça-feira que o avançado Mauricio Tévez, do Newell's Old Boys, estará a ser observado pelo Sporting, admitindo que o jogador, de 21 anos, poderá chegar a Alvalade a título de empréstimo, sendo factor decisivo numa eventual transferência, o facto de o antigo jogador leonino Mauricio Hanuch ser actualmente o representante do jovem avançado da antiga equipa de Lionel Messi.

Para além do talento que lhe é atribuído como jogador, este jovem ala direito terá ficado conhecido pela polémica que terá causado com o gesto pouco delicado que terá dirigido aos adeptos da equipa adversária que, alegadamente, o teriam vaiado antes de concretizar um decisivo penálti...

Mas que terá uma boa relação com as balizas, parece certo...



Talvez Jorge Jesus consiga que o "minino" deixe de pensar que "ainda está na Argentina", quem sabe?!...

Se bem que por cá muita gente merecesse o seu gesto!...

Leoninamente,
Até à próxima

IMPOSSÍVEL É NADA!...


Era o título que lhe faltava alcançar para chegar ao topo do "Everest" do futebol mundial de todos os tempos!...

A partir de agora apenas um único objectivo sobrará para rematar uma carreira irrepetível: ser coroado rei na Rússia dos Czares em 2018!...

Deixem sonhar Cristiano Ronaldo!...

IMPOSSÍVEL É NADA!...

Leoninamente,
Até à próxima

E como tarda um "movimento dos capitães" no futebol!!!...


E a história da fase de grupos da UEFA Champions League da época 2017/18 resume-se, na prática, ao simples quadro mostrado acima!...

O resto e por cá, não teremos mais do que a propaganda do "estado lampiânico", com as sagradas missas e o "colinho da APAF", com as bençãos de uma comunicação social alienada e servil e com o terceiro-mundista "xaile de um regime corrupto e de compadrio político e judicial"!...

E como tarda um "movimento dos capitães" no futebol!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

E lá vai o Leão, rumo a Lyon?!...

Parc Olympique Lyonnais em Lyon, na França, sediará a final da competição
Sporting é cabeça-de-série na Liga Europa

Com a derrota do Nápoles na  Holanda ante o Feyenoord, em golo alcançado pelos holandeses nos instantes finais, o Sporting passou a ser automaticamente um dos quatro melhores terceiros classificados da Champions.

Os leões serão deste modo cabeças-de-série no sorteio da Liga Europa marcado para segunda-feira e nesta condição terão como possíveis adversários os quatro piores terceiros classificados da Champions, a saber: Nápoles, Spartak Moscovo, Celtic e Borussia Dortmund. Além destes potenciais rivais, poderão ter pela frente um dos 12 segundos classificados da fase de grupos da Liga Europa, sendo que já sabe que o Nice é um dos possíveis rivais.

O Sporting sabe já, também, que jogará a primeira mão fora de casa a 15 de Fevereiro e o segundo jogo será em Alvalade no dia 22 do mesmo mês.

Certo é que o Sporting evita Vilarreal, Atlético de Madrid, AC Milan, Lazio, Arsenal, Salzburgo, CSKA Moscovo e RB Leipzig.

E lá vai o Leão, rumo a Lyon?!...

Leoninamente,
Até à próxima


Os efeitos da "noitada" de Barcelona!...



Com o devido e natural respeito pela opinião diferente que alguns sportinguistas possam defender, considero Cristiano Piccini como o homem do jogo a que ontem assistimos em Camp Nou.

Curiosamente, espantado com a portentosa exibição do nosso lateral direito, ontem destacado por JJ para a posição de terceiro central do lado direito, com Coates ao centro e Mathieu à esquerda, fui recordando por mais de uma vez ao longo da partida, as palavras de Jorge Jesus, (LINK) logo após o primeiro jogo com a Juventus, em Turim:

"Piccini fez um grande jogo para a imprensa desportiva italiana, porque eles sabem olhar para o que é o jogo no aspecto táctico. Se alguém, em termos tácticos, sabe valorizar o aspecto táctico, são eles. Realçaram o jogo do Piccini, de grande qualidade do ponto de vista táctico. É verdade. O Piccini não só jogou a este nível neste jogo... Mas os jogos como disse dão segurança e confiança. Jogar no Betis é uma coisa, no Sporting é outra. Uma coisa é jogar para ganhar de vez em quando; outra é jogar aqui para ganhar sempre. Parece que não, mas influencia. Está a adaptar-se. Seguramente estou a falar com antecedência, mas vamos ver quando acabar o campeonato onde ele estará."

A estratégia delineada por Jorge Jesus para Barcelona, condensava, na minha modesta opinião, dois objectivos fundamentais: evitar sobrecargas físicas em jogadores nucleares a pensar no Bessa e aguentar o nulo até ao intervalo no pressuposto de que, alcançados esses dois objectivos, na segunda parte seria então altura de meter toda a carne no assador e tentar ganhar o jogo. E terminada a primeira parte, resultando a estratégia em pleno, então viraria a página com a entrada de Gelson Martins e Bas Dost. 

Após os primeiros minutos do encontro e depois de a equipa se ter habituado às posições e rotinas delineadas por JJ, a segurança defensiva revelou-se de tal modo eficaz que o nulo ao intervalo reforçou ainda mais a sua tese e o plano avançou mesmo para o segunda fase, com as entradas dos dois "messis" que tinha guardados no banco. 

Mas da soberba eficácia defensiva dos leões, devida sem dúvida à tremenda solidariedade de todo o colectivo e às imperiais exibições de Coates e Mathieu, uma muito significativa e mais importante parte, deverá entregar-se com plena justiça, à fantástica entrega, ao enorme rigor táctico e à muita qualidade futebolística de Cristiano Piccini.  


Mal sabia porém JJ, que seriam precisamente os dois jogadores mais importantes da sua estratégia, a furaram-lhe as contas: primeiro foi Gelson a deixar-se "comer" pelo "baixinho" Paco Alcáceres e o Barça adiantou-se no marcador; depois, quando mesmo assim ainda restava alguma esperança, foi Bas Dost a falhar clamorosamente um golo cantado e a substituí-lo por um abraço ao seu compatriota Cillessen, autor de uma defesa meramente acidental, voltando o nosso "trovão" a repetir a infelicidade poucos minutos depois...

Esperemos que JJ tenha pelo menos cumprido o seu objectivo que se julga fundamental e no próximo sábado, no Bessa, não tenhanos que lamentar...

Os efeitos da "noitada" de Barcelona!...

Leoninamente,
Até à próxima

Ficam apenas a prosápia, o colinho e a corrupção que a Justiça não quer ver!...

F I M   D E   F E S T A !...

ZERO PONTOS, ZERO VITÓRIAS, ZERO EUROS E ZERO FUTEBOL!... Para consumo interno ficam apenas...

A prosápia, o colinho e a corrupção que a Justiça não quer ver!...

Leoninamente,
Até à próxima

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Ai se não fosse o "colinho" da mãe APAF"!...


É que não jogam mesmo a ponta d'um chavelho!...

Ai se não fosse o "colinho da mãe APAF"!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

Nunca haverá pior cego que aquele que não quer ver!!!...



Nunca haverá pior cego que aquele que não quer ver!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

Cris, mais um passo e um golo para me aproximar de ti!...



Rafael Leão fez o que mais ninguém tinha conseguido esta época: marcou um golo ao Barça na UEFA Youth League. O avançado leonino apontou o golo do empate do Sporting, já em tempo de compensação. Nos festejos, pegou no telefone e acabou a saltar como Cristiano Ronaldo, juntamente com João Silva...

Começam a ser habituais os festejos deste jovem e talentoso leão, que Jorge Jesus afirma convicto não querer mais perder de vista... Há quem já se ponha a adivinhar o que dirá Rafael e a quem, de cada vez que pega no telefone. Não será de estranhar que seja a Cristiano Ronaldo e vá dizendo...

Cris, mais um passo e um golo para me aproximar de ti!...

Leoninamente,
Até à próxima

P.S. - Caramba, quase que me esquecia! Não deixem de ler esta notícia (LINK)

Afinal a melhor Academia do Mundo não será mesmo no Dubai!...



LIGA JOVEM UEFA: RAFAEL LEÃO DÁ EMPATE AO SPORTING EM BARCELONA AO CAIR DO PANO


Jovens leões foram os primeiros e únicos a marcar um golo aos catalães na edição da prova de 2017/18

O destino de ambas as equipas neste Grupo D da Youth League estava traçado - o Barça com passagem directa, o Sporting com acesso ao playoff -, mas teria sido de todo injusto o Sporting sair de Barcelona com uma derrota. Os jovens leões atravessavam o melhor momento na partida quando sofreram o golo, verdadeiro balde de água fria, mas não tardaram a recompor-se. E sem nunca baixar os braços acabaram por alcançar aquilo que nunca ninguém tinha feito nesta edição da prova: marcar um golo ao Barcelona e terminar com chave de ouro esta fase de grupos da Youth League.

Com este resultado o Barcelona terminou com 16 pontos e o Sporting com 9. Outros com mais prosápia terão ficado pelo caminho!...

Afinal a tal melhor Academia do Mundo não será mesmo no Dubai!...

Leoninamente,
Até à próxima

A qualquer treinador do mundo na comunicação motivacional!...


«NÃO VOU JOGAR COM OS MEUS MESSIS TODOS»

"Não, não vou jogar com os meus Messis todos, vou jogar com alguns. Achamos que o jogo tem uma estratégia diferente e também porque o encontro à frente é igualmente muito importante, para o campeonato. Exatamente como o treinador do Barcelona vai fazer, de certeza. Mas jogue quem jogar, dá-nos segurança e garantias para fazermos um grande encontro"

Desde a primeira hora em que tive conhecimento da decisão de Jorge Jesus de levar a Barcelona 24 leões, que fiquei com a profunda convicção de que o técnico leonino não poderia ter provocado em todo o plantel mais tremendo e inteligentíssimo golpe motivacional para o jogo do Bessa!...

Esta sua última afirmação terá sido a cereja no topo do bolo! Nenhum jogador leonino terá ficado indiferente a esta genial afirmação de que o técnico leonino se sente "rodeado de Messis" e que conta com todos para esta tremenda "simultânea" - Nou Camp e Bessa! - que caberá ao Sporting disputar em tão curto espaço de tempo!...

Jorge Jesus pode não ter nascido para professor da língua de Camões e Pessoa. Mas inequivocamente pede meças... 

A qualquer treinador do mundo na comunicação motivacional!...

Leoninamente,
Até à próxima

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

E nós com dúvidas que nem o Joca nem o Zé merecerão!...

Este será "encartilhado" ou "não alinhado"?!...
Jorge Sousa ignorou instruções do Conselho de Arbitragem

Ao que tem vindo a ser averiguado, Jorge Sousa não terá seguido uma das mais importantes recomendações do Conselho de Arbitragem (CA) da FPF no lance em que o árbitro assistente assinalou mal um fora de jogo a Aboubakar, ao minuto 56’ do clássico, no qual Herrera rematou depois e a bola entrou na baliza do Benfica. 

Segundo terá sido apurado junto de fontes federativas, os árbitros têm a indicação do CA para retardar ao máximo a sanção da infracção do fora de jogo, sempre que esteja em causa qualquer iminente situação clara de golo, esperando pela conclusão da jogada. 

Contactados também vários árbitros dos quadros profissionais, que pediram para não ser identificados, parecem existir dúvidas quanto às indicações do CA. Enquanto uns referem que "não haverá recomendação nenhuma, dado que a premissa base do CA será a dos árbitros decidirem, esquecendo o vídeo-árbitro", com posição diferente parece haver outro grupo de  árbitros, que reconhecerá a existência de tais indicações do CA, consubstanciada na recomendação de que "sempre que um árbitro assistente assinalar fora de jogo, o árbitro deve apitar, aceitando as indicações do seu assistente, excepto em situações claras de golo, devendo nesse caso retardar ao máximo o fora de jogo, esperando pela conclusão da jogada". 

Um dos árbitros deste segundo grupo terá mesmo referido que "O Jorge Sousa até esperou que o Aboubakar rematasse, mas em rigor devia ter esperado mais. O que talvez não esperasse é que houvesse a recarga do Herrera, que é um segundo momento".

Parece de um modo geral reinar a paz, a harmonia, a competência, o unanimismo e a solidariedade do reino da arbitragem! O que parece também afigurar-se de modo inequívoco ao comum dos adeptos do futebol é que haverá alguns árbitros mais "encartilhados" e outros mais "não alinhados"!...

E o senhor Zé Manel, carregado de "dixiplina" tarda em mostrar o crivo que tanto e tanto prometeu?! Será a criatura "encartilhada" ou "não alinhada"?!...

E nós com dúvidas que nem o Joca nem o Zé merecerão!...

Leoninamente,
Até à próxima

Este meu pobre e doente coração!...


Perante os tremendos desafios que a tão curto prazo se lhe colocam, imagino as noites sem dormir de Jorge Jesus, só de pensar na melhor estratégia para enfrentar o Barcelona amanhã! Jogar uma quase "simultânea" com o colosso da Catalunha e com o Boavista no Bessa, nunca se afiguraria fácil para ninguém.

Jorge Jesus parece continuar teimosamente a admitir a existência de uma frágil e tremeluzente luzinha ao fundo do túnel de Barcelona. Mas ao mesmo tempo revela estar absolutamente consciente da importância e das dificuldades que o esperam no Bessa. E parece disposto a esperar pelas "últimas modas" para se decidir sobre quem colocará a titular no arranque do jogo em Camp Nou...

A julgar pela convocatória terá viajado para a Catalunha com um naipe de jogadores que lhe permitirá todas as opções, seja quanto ao onze titular que lançará de início, seja quanto às eventuais substituições a que procederá consoante as coisas corram ou não de feição ao Sporting.

Naturalmente que rendo a minha homenagem à sua coragem. Já por aqui deixei suficientemente sublinhado o meu pensamento, pelo que não desejo voltar a pisar e a justificar aquela que seria a minha clara e inequívoca opção...

Com uma fé semelhante à luzinha que JJ vê ao fundo do túnel catalão, aqui vos confesso de alma lavada, que me sinto perfeitamente preparado para sofrer amanhã pelo meu Sporting, sózinho no sofá, até limites capazes de fazerem quebrar... 

Este meu pobre e doente coração!...

Leoninamente,
Até à próxima 

E não é apenas por incompetência!...


A arbitragem autogoleia-se

O maior factor de instabilidade do futebol profissional não são os clubes: são os maus árbitros. Admitam-no

«O que influenciará mais os maus fígados dos adeptos contra os árbitros? O que se escreve nos jornais e diz na televisão ou erros grosseiros de arbitragem que, em duas semanas, ajudam (não foram a única razão, claro) a abater quatro pontos ao líder do campeonato? Erros grosseiros que, por razões diferentes, passaram ao lado do video-árbitro; na jornada anterior porque o árbitro Rui Costa nem sequer quis reavaliar a grande penalidade sobre Danilo Pereira, do Porto, e agora porque um árbitro assistente não viu Aboubakar três metros em jogo, nem respeitou a instrução de esperar pela análise do VAR num lance de golo, impedindo o recurso a essa ferramenta. A arbitragem perdeu o clássico com estrondo e deve admiti-lo para que subsista um mínimo de sanidade e confiança nas instituições. Os árbitros não estão a fazer o seu papel de juízes equidistantes na decisão do campeonato e vão demolir o video-árbitro muito mais depressa do que os críticos. São eles o maior factor de instabilidade no futebol profissional, como já foram no ano passado e no anterior. Não se confunda os sintomas com a doença.»
(José Manuel Ribeiro, Opinião, in O Jogo)

"Os árbitros são o maior factor de instabilidade no nosso futebol"!...

E não é apenas por incompetência!...

Leoninamente,
Até à próxima

domingo, 3 de dezembro de 2017

Tomara que da sua higiene diária fizessem parte dois ou mais banhos como este!...

«O Sporting Clube de Portugal vai seguindo o seu rumo.

Um rumo certo, mas em que nos colocam obstáculos todos os dias. Uns de fora, outros de dentro!

São barreiras, armadilhas, buracos e manipulações, com que nos querem atirar para fora do nosso caminho.

Mas cá estamos, firmes e coesos, cheios de atitude e compromisso, com os nossos objectivos.

Os Sportinguistas têm que ser exigentes. E quanto maior for essa exigência, mais significa que estamos a fazer bem o nosso trabalho e, por isso, só temos que ficar orgulhosos.

A exigência só existe quando alguém nos ama e acredita no nosso valor.

Gerir grupos e emoções, não é fácil, e estar no 1º lugar do campeonato, a lutar ainda por um lugar dos oitavos de final da Liga dos Campeões, na Taça de Portugal, na Taça da Liga e em 1º lugar em quase todas as modalidades, só está ao alcance dos melhores do mundo!

Nós, profissionais, temos que saber lidar com a exigência e retirar dela a força adicional de quem nos ama e nos quer bem. Eu percebo, apesar de não gostar de assobios pois prefiro que acreditem nas nossas equipas até ao apito final, mas também prefiro um Estádio com emoção em vez do que tinhamos antigamente que era um Estádio amorfo e resignado.

Obrigado a todos os Sportinguistas, pois sem vocês nada disto era possivel!

À exigência, nós respondemos com resultados. Esse é o nosso trabalho e a nossa alegria.

É tempo de manter essa exigência no máximo e de nós, profissionais, nos mantermos humildes, focados, com trabalho árduo e diário, com garra, superação, atitude e compromisso!

O que interessa é como tudo acaba, e aqui no Sporting CP nunca nada nos foi dado. Tudo foi conquistado com muito sacrifício, suor e lágrimas.

Temos de continuar todos com os pés assentes na terra, conscientes das dificuldades que vamos naturalmente ter e das que nos vão colocar pela frente. E, apenas unidos e coesos, vamos demonstrar que o Grande Sporting Clube de Portugal veio para ficar. E mostrar isso a todos, em cada campo, pavilhão e pista. Onde estiver um atleta do Sporting CP estaremos todos lá.

Só juntos iremos conseguir atingir os nossos objectivos. Só com um 12o jogador da qualidade do nosso vamos ser felizes.

Temos de saber exigir a todos os agentes desportivos dedicação máxima, profissionalismo crescente e sentido de responsabilidade máximo. Todos têm que ter como missão a dignificação e credibilização do desporto, para que a verdade desportiva seja uma realidade que ninguém ouse negar.

Em que lugar estamos? Não interessa muito. Vamos focar-nos no lugar em que queremos estar no final de cada uma das competições.

Amo-te Sporting, o Clube de Portugal!»

#FEITODESPORTING

Leão escaldado de água fria tem medo! E tantas foram as vezes que me tenho escaldado - leia-se arrependido! - por aqui com aplausos ao Presidente do meu Clube, que até tenho medo de agora vir aqui para aplaudir Bruno de Carvalho, por este banho de água fria que ontem resolveu tomar antes do almoço!...

É certo que antes do jantar seguinte terá voltado a ter necessidade de tomar novo banho frio, já que teimosamente entendeu meter de novo as mãos na merda, ao voltar a perorar sobre mais um "sportingado", um tal de Carlos Barbosa da Cruz. Mas porque entendi como merecidos os tabefes que lhe pregou, não serei eu a contribuir para um qualquer peditório de acusação.

Quero por isso situar-me apenas no texto em que afogou - em água bem fria! - a euforia que a 12ª jornada lhe terá, como a todos nós sportinguistas, proporcionado e para lhe deixar o meu aplauso...





Tomara que da sua higiene diária fizessem parte dois ou mais banhos como este!...

Leoninamente,
Até à próxima

PUBLICIDADE